quinta-feira, 5 de março de 2009


É comum nos considerarmos superiores, inteligentes, privilegiados, pois pensamos que somos os únicos no universo e que Deus populou somente a Terra, dando aos seus habitantes a supremacia absoluta.
Só este pensamento já nos daria a condição de ignorantes, pois Deus, sabedoria suprema, não se daria a caprichos...
O simples fato de fazermos distinções, de excluirmos metade da população terrestre, já nos faz pequenos e limitados.
Nesta época, quando se comemora o dia internacional da mulher, me pego pensando em seu papel na sociedade humana.
Em todas as épocas da humanidade, ela foi discriminada e, até, preterida, pois os homens de certas culturas davam mais valor a animais do que a ela.
Sob a força dos milênios, a mulher vem se superando, vencendo diversas barreiras, rompendo grilhões e tirando amordaças, do jugo masculino que a sobrepuja pelas contingências e desequilíbrios de todos os tempos.
Mas, por mais que os homens a espezinhem, a subjuguem, a amaldiçoem, a desprezem, a marginalizem, eles não podem negar a sua importância no mundo, detentora da chave da vida que ela é.
Todos somos iguais, diante de Deus, mas, Ele nos outorgou funções e responsabilidades diferentes para que o conjunto fique perfeito.
Há que se tirar o ranço de velhas culturas que mostraram a mulher, ao longo dos milênios, como objeto de pouco ou nenhum valor.
A cultura machista, sustentada pelo Velho Testamento que faz da mulher inferior e perigosa, responsável pelo “pecado original” que prejudicou toda humanidade, predominou nos corações durante muitos séculos.
Para mim, cristã que sou, considero importantíssimo o papel de Jesus, não só pelas lições de amor deixadas para toda a humanidade, mas, sobretudo, pela coragem de Jesus ao enfrentar a Lei que autorizava o apedrejamento da mulher nos casos de adultério. Liberdade e responsabilidade: “Aquele que estiver sem pecado, atire a primeira pedra... Mulher, onde estão os que te acusam? Eu também não o faço! Vá e não tornes a errar, para que não te suceda o pior”. Ao olhar em torno e verificar que aqueles que se sentiam autorizados a apedrejá-la haviam sido destituídos deste poder por força dos próprios erros, postos em foque pela autoridade de Jesus, teve a mulher condições, até então desconhecidas, para empreender sua luta redentora.
A partir daí, muitos outros homens levantaram bandeiras em defesa da mulher, deixando-nos exemplos valorosos de dignidade e respeito. Somente as mentes evoluídas no bem, são capazes de compreender e tudo fazer para que se faça a igualdade.
Pouco fizemos e muito temos a fazer. O caminho é árduo, pois muitos são os obstáculos quanto à injustiça, abuso de força sobre a fraqueza decorrentes do pouco avanço moral da raça humana.
Se Deus deu menor força física à mulher, dotou-a, ao mesmo tempo, de maior sensibilidade, relacionada com a delicadeza das funções maternais e a fraqueza dos seres confiados aos seus cuidados. Funções estas de enorme importância, já que geram as primeiras noções da vida. E isso será sempre assim... A mulher trazendo à vida os seres humanos. E nisso vemos um recado direto e precioso de Deus que é o corpo físico humano, pois, embora a mulher iguala-se definitivamente ao homem pelos direitos, diferencia-se dele quanto às funções, dando-lhes a chance de se completarem mutuamente neste processo evolutivo.
Quero deixar, aqui, meu preito a todas as mulheres: mães, esposas, companheiras, irmãs, profissionais de todos os segmentos... Que nosso coração seja sempre a estrela brilhante de força, esperança, fé, amor e paz que faça cessar para sempre a luta entre os dois sexos, estas duas metades da humanidade que devem se aliar sempre, buscando o equilíbrio no amor, para cooperarem juntas na grande obra Divina que é a história da humanidade.

18 comentários:

Zeca disse...

Sonia!

Estive lendo atentamente seu excelente texto sobre a mulher. Durante toda a leitura não pude deixar de pensar naquelas que vivem nos paises islâmicos mais radicais, onde a mulher ainda é considerada um ser de segunda (ou terceira, ou...) categoria, ficando confinada dentro de casa e podendo sair à rua apenas em companhia de um homem e devidamente coberta pela terrível burca. O pior é que não vejo grandes expectativas de mudanças nesse quadro enquanto não separarem os poderes hoje inteiramente nas mãos dos religiosos. Claro que em alguns países islâmicos as mulheres já têm alguns direitos, não são obrigadas a esconder-se sob a burca e podem exercer várias profissões. Mas em alguns o quadro ainda é triste. Porisso acredito que exista um muito longo caminho a ser percorrido pela humanidade antes de serem destruidos todos os preconceitos que ainda separam os seres humanos em "categorias".

Com relação à sua homenagem às mulheres, devido ao Dia Internacional da Mulher que se comemora no dia 08 de março, achei belíssimo o conjunto de fotos publicado por você aqui. Fiquei admirando cada um daqueles rostos, cada expressão, cada olhar. Alguns conhecidos, outros não, mas todos de mulheres que vivem a vida em sua plenitude.
Parabéns!

Beijo, com carinho.

Beti Timm disse...

Soninha,

Seu texto, completo em todos os sentidos, abrangendo todas as facetas da mulher, na humanidade e perante aos homens. Somos tantas, entre tantos, somos grãos de areia, que foram se juntando, juntando, e hoje somos uma amplitude maior. Muitas ainda procuram seu espaço, sofrem nas mãos de algozes, que procuram tirar-lhes tudo, mas entre essas mesmas, muitas são dilaceradas, mas continuam com sua dignidade intacta, pq pode-se perder tudo, menos a dignidade e a garra pra continuar vivendo. Quando perder-se isso, não nos resta mais nada.

Parabéns a nós mulheres que estamos sempre batendo de frente com todas as adversidades da vida e sempre saindo ilesas.

Beijos de mulher para uma grande mulher.

Miguel S. G. Chammas disse...

Amor, vai escrever bem lá em casa...
Saiba, vc é mais uma das mulheres escritoras a quem eu me rendo... e não são poucas, vc sabe.
Quisera eu poder falar da mulher dessa forma clara e objetiva.
Parabéns

Georgia disse...

Soninha que texto maravilhoso exaltando nós mulheres.

Nossa fiquei emocionada com este seu carinho.

Além de ser um dia especial para todas nós mulheres, maes, esposas,filhas, etc

Eu nasci neste dia. Entao, obrigada pelo presentao e venha no domingo comer um pedaco de bolo virtual lá na Saia.

Valeu!!! Adorei!!!

Um grande beijo

Ana Lúcia. disse...

Soninha! Soninha!!!!!
Queridérrima AMIGA!
Que homenagem mais linda!!
Já agradeço, e muito. Fiquei emocionada!
Esse seu carinho escrito através de perfeitas, cuidadosas e carinhosas palavras, reflete, mais uma vez, seu coração evoluído e gratificado pela paz da vida.
Você percorreu todos os espaços aos quais, nós, mulheres, caminhamos ao longo de nossa existência, realizando as mais diversas tarefas e realizações...
Somos eu creio: singular e plural, coração e razão, vida e sobrevida, carinho e coragem... GARRA...
Não lhe faltou razão em nenhum dos inteligentíssimos raciocínios desenvolvidos ao longo do texto.
A emoção deu o colorido caracterizador dos sorrisos de todas as mulheres.
Você merece todos os nossos mais emocionados aplausos!
Mais do que um beijãozinho, deixo um abração apertadinho repleto de gratidão e afeto!!
Paz... Sorrisos... Saúde... VIDA!!

Cecília disse...

Que Linda homenagem!!!
Fiquei emocionada!!!

Soninha, esse seu texto me fez refletir bastante, é repleto de sentimentos...
Perfeito!!!

Beijão!!!!
Tenha um ótimo final de semana!!!!!

Shi disse...

Menina, que delícia de texto, que beleza o slideshow, eu olhe tudinho, adorei! homenagem belíssima a nós, MULHERES, cada uma a seu jeito, tempo e espaço. Um beijo, querida!

Dora disse...

Soninha. Aplaudo seu texto e abraço você, exultante de alegria por tudo o que você nos acrescenta, por tudo o que produz para nossa riqueza e crescimento espirituais!
Além de escrever com elegância, fluidez e coerência, você transmite o próprio calor humano que guarda nessa "mulher" que é.
Admiro-a em todos os sentidos. E me sinto honrada por partilhar de sua amizade e atenção.
Beijos agradecidos por essa homenagem linda e carinhosa!
Dora

Jens disse...

Oi Soniha.
Clap! Clap! Clap!
Parabéns, você se superou. É belo, indignado, iluminado e sensível o teu texto em homanegem as mulheres.
Igualmente recheadas de emoção e belezas são as imagens que ilustram o teu post (ainda mais que estão lá a minha Rainha Preta Mari Timm e outros mulheres que falam ao coração). Você foi maravilhosa e generosa. Um beijo e um abraço envoltos em carinho.

loba disse...

Soninha, que texto lindo, moça! Gosto sempre dos seus textos, mas este é especial. E tinha mesmo que ser, afinal vc fala de nos, a força que há por detrás de cada homem, né? rs...
Uma belíssima homenagem, viu? Primorosamente escrita e de uma sensibilidade sem par. Parabéns tb pelos slides! Ficou show a apresentação. Super criativa, delicada e bonita a homenagem!
Beijocas, querida.

Jens disse...

PS: Gostei do som.

Luiz disse...

Amiga você já sabe que adoro seus textos e este não poderia ser diferente.
Realmente sua homenagem é maravilhosa e muito especial...adorei as fotos.
A mulher realmente é delicada, fisicamente não podemos compará-la com a força física masculina, porém temos o dom do amor, a força de uma leoa(que por sinal somos) e esperançosas no poder divino de Deus, acreditando sempre que após um terremoto sempre temos força para nos reerguer. Assim caminham as mulheres e não poderia ser diferente, basta um sorriso fraternal, um olhar sincero e somos capazes de alimentar a alma de esperança e amor.
Parabéns amiga por este dia tão especial!
Um grande beijo
Ana

Luiz disse...

Amiga você já sabe que adoro seus textos e este não poderia ser diferente.
Realmente sua homenagem é maravilhosa e muito especial...adorei as fotos.
A mulher realmente é delicada, fisicamente não podemos compará-la com a força física masculina, porém temos o dom do amor, a força de uma leoa(que por sinal somos) e esperançosas no poder divino de Deus, acreditando sempre que após um terremoto sempre temos força para nos reerguer. Assim caminham as mulheres e não poderia ser diferente, basta um sorriso fraternal, um olhar sincero e somos capazes de alimentar a alma de esperança e amor.
Parabéns amiga por este dia tão especial!
Um grande beijo
Ana

Zeca disse...

Sonia!

Hoje estou passando apenas para desejar-lhe
paz, luz, saúde, alegrias, esperança!
Não apenas hoje, mas em todos os dias da sua vida.

Feliz Dia Internacional da Mulher!

Beijos, com carinho.

Crys disse...

Um abraço apertadinho, por hoje e por todos os dias de nossa vida!
Beijão, amiga!

GRACE OLSSSON disse...

SONIA, OBRIGADA PELO TEXTO, QUERIDA.ESTIVE VIAJANDO E ACABEI DE CHEGAR. E VIM CORRENDO TE VISITAR E TE AGRADECER.BEIJOS MIL E DIAS FLEIZES.

Luiz Carlos disse...

Oi Soninha,

Vejo aqui a mulher guerreira e defensora de causas importantíssimas.
Não seria de outra forma sua homenagem para esta data. Conhecendo-lhe o coração amigo e a alma desprendida, sabia que só poderia ser desta forma seu brado.
Com educação, com inteligência, com elegância, sem deixar de ser corajoso.
As mulheres merecem nosso louvor durante todo o ano.
Parabéns pela data e parabéns pelo texto.

bjs

Jacinta Dantas disse...

Deixei um comentário aqui mas vejo que algum guloso o comeu. Sei lá, tem acontecido isso de vez em quando, talvez seja problema no meu PC, vai saber. Mas, o importante é que admiro sua fluidez nesse texto em que, prá mim, traduz-se na máxima "Mulher e homens, imagem de Deus": então, Mulher, face feminina de Deus. Que lindo!
Adorei me ver nos meus olhos por aqui.
Beijo