segunda-feira, 18 de maio de 2009

Decisões

A vida passa tão rápida.
De repente, somos adultos. De repente, somos mães e pais. De repente estamos velhos.
Ao longo dela, da vida, temos de tomar muitas decisões. A maioria delas, muito importante. Destas decisões depende nossa felicidade.
A vida nos traz muitos encantamentos, muitas alegrias. O aprendizado é constante.
Tantas vezes choramos ou nos desesperamos quando a dor nos bate a porta. Mas, acredito que toda e qualquer experiência, feliz ou não, traz um aprendizado importante e que vai enriquecer nossa vida.
Fazendo uma retrospectiva poderemos observar todos os momentos da vida e cada um deles trouxe algo de novo, um aprendizado diferente, porém, especial. Cada lágrima e cada sorriso acrescentaram sabedoria, experiência e novo olhar sobre o viver.
Dizendo isto não quero enfatizar a dor. Mesmo porque, bem sofrer não significa cultivar sofrimento e não precisamos ser conformistas, nem agravar as dores pelas quais passamos.
Na verdade, penso que devemos ter coragem e serenidade para enfrentar as situações. Acrescento, ainda, que cultivar esperança é um hábito bastante salutar.
Talvez eu esteja rodeando para dizer a mim mesmo que é chegada a hora da verdade. A hora de uma grande decisão.
Tem certas situações em que temos de fazer as escolhas. Não é só quando parimos que se corta o tal cordão umbilical. Tem vários momentos em que se faz necessária a separação. E não só de pessoas, mas, também, de coisas, de lugares.
Chega-se no alto da maturidade e verificamos que ainda há que se ter um início. Ou, um reinício, eu diria.
Sim. Uma nova etapa da vida se inicia, para mim. Um ciclo se fecha para que outro se inicie. Devo superar o medo e a incerteza e encontrar a serenidade e discernimento, na hora da decisão. Afinal, lutar pela felicidade e ir ao encontro dela através de atitudes acertadas é nosso dever.
Tudo dará certo.

18 comentários:

Miguel disse...

Sonia,
Atitudes assumidas depois das devidas reflexões, são, alem de tudo, prova inconteste de amadurecimento e coragem.
Cordões umbilicais, quando cortados, representam a plenitude do nascimento e, pela vida, às vezes, podemos viver vários nascimentos.
Renascer, no meu pequeno e limitadíssimo entender, é continuar vivendo uma situação que teve pequenas ou, até, significativas mudanças.
Agora, nascimentos, nos levam a assumir outras posturas, relegar situações anteriores a um plano inferior para viver, intensamente, uma nova vida que se nos surge pela frente.
Para tal, se faz necessária a coragem, a consciência de que a busca por novos ares está sendo alcançada.
Tuas atitudes, sempre foram elogiadas, tua coragem ressaltada e apreciada e tuas dores, por mim tam,bem choradas.
Espero, sinceramente, poder fazer parte das risadas de alegria desta tua NOVA VIDA, bem como usufruir da paz dela advinda.

Olinda Pereira disse...

Soninha....tudo bem? Gostei muito texto. É Verdade..... Às vezes temos que limpar o ármario e tirar aquilo que não nos serve mais, mesmo que seja doloroso. As mudanças normalmente nos rejuvenecem,mas o importante é ter coragem para dar esse passo. Gostaria de ter tempo o para conversar e aprender mais c/ vc, mas o tempo é curto. Bjos.

Beti Timm disse...

Comadre e amiga,

A vida é um eterno emergir, renascemos a cada instante, ao acordar, ao sorrir, e também ao tomar decisões. Não temos certeza de nada do amanhã, mas temos que apostar sempre, é assim que vivemos!

Um sol a cada amanhã!

Beijos

Ana Lúcia. disse...

Soninha, QUERIDÉÉÉÉÉRRIMA!
Adorei, o texto está perfeito.
Traz serenidade!
Consciência!
Plenitude!
Sabedoria!
Decisão..., mas, terminei o texto enxergando um gigante ponto de enterrogação
?????
Enfim,
desejo paz,
benção e sorte!!
Sempre pertinho,
deixo um beijãozinho
e um abração apertadinho!!

SAÚDE!!
SUCESSO!
SORRISOS SEMPRE!!!!

Zeca disse...

Soninha, nova amiga de infância!

Às vezes penso que não fomos feitos para as escolhas! Ou talvez, a acomodação às situações estabelecidas nos fazem fugir delas (das escolhas) como o diabo foge da cruz (uma expressão antiga). Por outro lado, reinícios, novas etapas de vida, sempre são revigorantes e servem para nos impulsionar para a frente e para cima.
Afinal, um dos nossos deveres nesta vida é aprendermos a sermos felizes.

Beijos, com carinho e saudade.

Liliani Lippi disse...

Amiga!!! É isso mesmo, chegou a hora da decisão, mas tenho certeza que vc sabe o momento certo. Passei por isso, vc mesmo sabe, mas estou inteira, pronta para outra... rsss...

Bjos em seu coração !!!!!!!!!
Liliani

Jeanne disse...

A gente sempre tem medo de mudanças, não é mesmo?
Nestes momentos de transição é sempre bom reler a Joanna de ângelis, suas mensagens sempre tem a palavra certa para o momento exato...
Pelo que pude te conhecer pelo que escreves no blog, tudo dará certo.
Boa sorte, fica com Deus.
Beijos

Jens disse...

Oi Soninha.
É claro que tudo vai dar certo. Pessoas com uma alma iluminada, como a que pressinto em você, contam com a atenção especial dos Deuses. De minha parte, estou com os dedos cruzados torcendo para que tudo saia conforme teus desejos. Felicidade sempre.
Um beijo.

meus instantes e momentos disse...

ótimo texto, parabens pelo teu blog.
Gostei daqui.
Maurizio

loba disse...

Soninha, querida! Não é fácil fazer escolhas, bem sabemos. Pq escolher é ganhar, mas é tb perder. Mas é preciso encarar as pequenas perdas pra se construir novos caminhos, né?
Tenho grande admiração por quem tem a coragem de apostar na felicidade! E sei que vc tem!
Beijo, querida. E vamos em frente.

Rosangela Neri disse...

Eu estou em mais um reinício... espero conseguir recuperar os fôlegos e ir em frente. Escolhas são escolhas e sempre tem consequencia.

Beijinhos da Rô

Ana Lúcia. disse...

Soninha, QUERIDÉÉÉÉÉRRIMA!
Falando em mudanças... cheguei aqui, e não encontrei mudanças... Cadê o novo post?
Cadê aquele coração repleto de ensinamentos,
afetos,
descobertas,
talentos?
Cadê o teclado acelerado que em atividade com a tela
sempre nos traz fortes emoções!
Toc-Toc-Toc!!!!
Beijãozinho de saudade!!
Paz, sorrisos, VIDA!!

pauloveras disse...

Muito bom o que voce escreveu. Sao muitas verdades juntas.
"Chega-se no alto da maturidade e verificamos que ainda há que se ter um início. Ou, um reinício, eu diria". Amei...

Abraços

Dilberto L. Rosa disse...

Os rodeios são sempre inevitáveis antes de se encarar um grande desafio, mas, pelo visto, tens serenidade de sobra para encarar o que vier! Abençoado este texto e abençoada seja esta "nova vida": que venham grandes textos de vida por aqui, sempre! Abraço!

Ana Lúcia. disse...

Soninha, queridérrima!
Pra afastar o silêncio,
deixo aqui uma mala pronta:
tem vinho,
têm gargalhadas,
têm palavras prontas no teclado da vida,
tem paz,
tem felicidade,
tem coragem,
é a bagagem pra mudança...
O nome da identidade?????
HARMONIA, a grande capacidade!!
Beijãozinho, abração apertadinho e tuuuuuuuuuuuuuudo de mais abençoado!!

Anônimo disse...

Querida Sônia: Tenho a impressão que entendi muito bem a tua corajosa reflexão.
Vê-se que conseguiste a completude existencial, por isso sempre temos que nos questionar por que fazemos as coisas que fazemos. Infelizmente nem a tudo podemos acertar, pois queiramos ou não, somos humildemente humanos, portanto, falíveis.Bom seria se acertássemos em tudo na vida, deixariamos de ser humanos, seríamos anjos.
Parabéns pela corajosa e oportuna
reflexão. Beijos.

Eráclito-Alírio da Silveira disse...

Querida Sônia, o meu comentário saiu como anônimo.
Eu tento me esforçar e me corrigir, mas ainda me considero um bicho ignorante operando sistema.
Vou colocar o meu nome aqui, porque pode sair outra vez anônimo.
Eráclito te pede desculpas, acho que ele ainda está orbitando alguma gal´=axia por aí. beijos

loba disse...

Depois de ler o texto do Miguel, deu vontade de deixar um excerto de Drummond pra vc:
Amor é dado de graça
É semeado no vento,
Na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
E a regulamentos vários
Que seja de amor assim esta nova história!

Beijos!