quarta-feira, 30 de março de 2011

Pensamentos radioativos

Estou em plena dieta sem iodo. Em breve, terei de tomar iodo 131. Precisam saber se ainda tem alguma célula cancerígena em mim.

Tudo isso ainda é muito novo, para mim... Estou sem tomar o medicamento T4 e já começo a ter sintomas pela falta dele, embora esteja otimista e confiante.

Sei que é necessário tudo isto. Então, vamos fazer.

Às vezes, não tenho vontade de nada... Nem de escrever. Outras, sinto vontade de falar sobre tudo isto, sem que eu tivesse de dizer uma só palavra. Queria que todos pudessem ler meus pensamentos e sentimentos. Assim, saberiam como me sinto.

Não me perturbo pela alimentação limitada. Só sinto falta do Puran.

Engraçado... O mundo todo preocupado com o vazamento da usina nuclear no Japão... Iodo 131... Eu me preparando para tomar o tal iodo 131... Putz, não tem como não lembrar. Não tem como não se emocionar. Não apenas com o horror do tsunami e dos terremotos, arrastando vidas e destruindo cidades inteiras... Não tem como não deixar de pensar nas pessoas que moram ali e que podem estar contaminadas.

A vontade de ajudar e de poder falar é enorme. Pois, curioso, o iodo radioativo também pode salvar. É isso mesmo, cercado de cuidados, ele faz bem.

Sei que, para pessoas saudáveis, a radioatividade não é nem um pouco boa, muito pelo contrário. É um veneno. Veneno que, no meu caso, e no de milhares de outras pessoas, cura.

Não sou contra as usinas nucleares. Sou contra a falta de segurança nas usinas nucleares. Sou contra o poder público que coloca em risco a vida de milhares de pessoas que moram na região de usinas nucleares. Sou contra a falta de vontade dos órgãos competentes em colocar em segurança as pessoas que se arriscam em morar nessas regiões.

Acho sim, que temos de ter estas usinas, que fabriquem não armas nucleares, mas remédios que curam ou ajudam a curar.

Pena que ainda não inventaram uma forma dessa radioatividade só atingir e ser benéfica para quem precisa. Ainda não chegamos lá.

Por enquanto, torçamos para que o menor número possível de pessoas seja contaminado... Bom seria se ninguém fosse contaminado e que mais esta tragédia sirva de lição e incentivo para melhorarem as condições de segurança e bem estar para as populações que moram em regiões nucleares...

Viu só? Me pego no flagra divagando sobre o iodo...

Agora, vou pensar nos dias felizes, na oportunidade de vida que Deus me deu, uma vez mais, depois da tireoidectomia, e em tudo de bom que podemos realizar quando temos vontade, determinação e empenho.

10 comentários:

Miguel S. G. Chammas disse...

Oi amor, mais uma vez estamos nesta Roda de Prosa para gritar e ouvir nossas dificuldades, nossos medos e nossas alegrias.
Eu bem sei toda o seue estado de espírito para enfrentar essa nova
batalha e estou à postos para te ajudar em tudo que se fizer possível.
Será um periodo difícilmas nós iremos vence-lo.
Coragem meu anjo e conte comigo tá?

Jens disse...

Oi Soninha.
Puxa, espero que tudo corra da melhor maneira possível, que você se recupere plenamente e logo tudo isto faça parte do passado. E, principalmente, desejo que você não perca nunca a alegria de viver, a ternura e a solidariedade que fazem de ti um ser humano muito especial.

Um beijo carinhoso.

Jens disse...

PS: tô aguardando teu texto em prosa e alma para a seleção do livro.

Bj.

Miguel disse...

Soninha, estamos na torcida para que vc se recupere totalmente, Vc é uma pessoa forte, alegre, sempre tem uma palavra amiga e estimulante, logo mais isso tudo fará parte do passado minha cara, vamos ter fé e esperança. Logo mais estaremos voltando. Beijo querida.

Cecília disse...

Estou na torcida para que tudo fique bem e o mais rápido possível! Fala sim, faz bem e as vezes ajuda a informar, eu não sabia dos benefícios do iodo! Fica na paz!
Beijinhos...

Miguel disse...

Soninha, passando pra deixar um grande abraço, torcida grande para sua plena recuperação. Beijo.

Euza disse...

É, Soninha, a vida às vezes nos prega cada surpresa, né? Mas um amigo meu sempre me repete o seguinte: nada que nos acontece é por acaso e se acontece, podemos suportar. Fácil não é, mas a força vem de onde a gente nem imagina que tenha!
Pra vc não será diferente. É só uma questão de perseverar, acreditar e ter fé em Deus, né?
Um beijo, querida. Desde já torço por vc!

Ilaine disse...

Soninha, querida! Perdeo a demora!

Seu texto me emocionou. Tenho certeza que você vai superar tudo isto, amiga. Tenha fé e acredite em você, em seu pensamento positivo. Deus haverá de lhe dar todas as forças necessárias. Se quiseres conversar, escreva-me por e-mail. Adorarei ouvi-la.

Penso em você, Soninha, e lhe envio bons fluidos. Beijo

Jeanne disse...

Amiga, não sabia que estavas com estes problemas. Mas com a força que tens certamente vais superar com fé e coragem!
Vim para te convidar para a festa lá no Doutrina espírita. Já que estou com o convite pronto, te deixo aqui:

Olá, venho te convidar para a festa dos 1.000 acessos diários no blog http://conscienciaevida.blogspot.com . Hoje temos um convidado especial te esperando por lá.
Apareça, vamos comemorar juntos!
Abraços fraternos. :)

Tem também um selinho pra ti lá.
conta com a minha solidariedade e minhas orações.
Beijos

Jota Effe Esse disse...

Soninha, se o 131 é remédio pra você, tome-o sem medo e tudo vai melhorar, pois Deus não deixa que o mal tenha mais força que o bem. Meu beijo.