segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Chegou 2010

Depois de ler tantas mensagens de Natal e de Ano Novo e depois de pensar muito sobre tudo o que li, decidi. Vou ser feliz.
Resolvi gostar mais de mim e me respeitar mais. Sem deixar de ser o que tenho sido, mas, simplesmente, melhorar, aprimorar.
Tenho dito, tantas vezes, que somos diferentes e que temos de respeitar as diferenças. Porém, algumas vezes, me pego em flagrante com pensamentos contraditórios a isto tudo.
Sei o quanto é importante construir a unidade e vejo-me no dever de dar o primeiro passo.
Viver é fácil, mas, conviver é o grande desafio. Então, temos de nos munir de muito altruísmo e buscar a harmonia entre os que convivem conosco para melhorar, ainda mais, enriquecendo o produto final que nossa própria vida.
Devemos estabelecer metas, mas, primeiro tem que se definir o que é realmente bom para nós para que possamos ir ao encontro deste ideal maior que é a felicidade.
Vendo tanta tragédia, nestes primeiros dias de 2010, penso que precisamos de pouco para sermos felizes.
Quase sempre reclamamos do que temos e do que somos. Reclamamos do ambiente de trabalho, aspiramos salários melhores quando muitos só queriam ter um salário mínimo que fosse. Reclamamos da comida, da mesmice nos almoços e nos jantares quando muitos só queriam ter ao menos um pedaço de pão.
Reclamamos de nosso corpo que está magro ou gordo demais, de nossos olhos que não são da cor que desejaríamos, da voz que queríamos fosse mais afinada quando muitos só queriam poder enxergar ou poder falar. Reclamamos do barulho do vizinho ou da rua, exigindo silêncio para lermos, para estudarmos, para ouvirmos nossa canção quando muitos só queriam poder escutar o mínimo ruído que fosse. Reclamamos de subir as escadas ou caminhar muito até o trabalho, até a escola ou para qualquer outro lugar quando muitos só queriam ter pés. Reclamamos de nossos pais que queríamos fossem mais cultos, mais antenados e esclarecidos, ou dos filhos que não nos entendem e nos desobedecem, ou de sogras, genros, cunhados e tantos outros quando muitos só queriam poder ter uma família para abraçar, um lar para voltar...
Somos abençoados por estarmos na Terra e por tudo o que temos. Por podermos enxergar, falar, andar, respirar, trabalhar, ouvir e temos muito para agradecer.
A vida é uma dádiva divina. Cuidemos dela sabiamente.
Eu vou cuidar da minha e vou buscar a felicidade.
Feliz 2010! Feliz vida!
Muita paz!

14 comentários:

Miguel S. G. Chammas disse...

Amor,
cada vez teu texto está mais sábio e mais interessante.
Essa mudança tão alardeada no post é muito importante, mas espero estar sntre as coisas que n~~ao serão mudadas, ou melhor, espero poder te acompanhar nessa mudança.
Tomara sedja 2010 o nosso ano de glória.
Beijos.

Anônimo disse...

Sábias palavras como sempre mana amada
Obrigada por estarmos juntas em mais um ano que se inicia.
Te amo
Bjs mil no coração

Karine Leão disse...

Sônia,

É isso mesmo... precisamos de muito pouco para sermos feliz e nos apegamos a coisas tão pequenas, não é mesmo?

Precisamos agradecer mais a DEUS pelo dom da vida, pela família, pelos amigos e até mesmo pelos problemas que enfrentamos e que nos ajudam a nos tornarmos melhores.

Obrigada pelo seu carinho de sempre e que seu 2010 seja de muito amor, saúde e paz!!!

Abraço Karinhoso,

Silvana Nunes .'. disse...

Obrigada pela visita e pelo seu carinhoso comentário.Seu cantinho é lindo. Pena que não posso forçar para ler, quebrei os meus óculos, agora tenho de mandar fazer outro (rs). Mas como estarei sempre por aqui...
Volte sempre, FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para te contar.
Saudações Florestais !
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Silvana Nunes .'. disse...

Não encontrei o link para seguir :- (

Celso Ramos disse...

Olá Soninha!!!

Venho te agradecer as palavras de incentivo para o ano que se inicia. Que Deus abençoe a você e toda sua família sempre, valeu?
Ah!! obrigado também por seguir-me...já me increvi ai no seu "tumbém"!!!

Meu Cantinho disse...

Oi Soninha,é mesmo muito gostoso relembrar as coisas boas do passado
e continuar com a tradição.
Bem,seu texto esta maravilhoso,é verdade amiga,reclamamos tanto sem necessidade.
O importante é ter paz saude e amor e é o que lhe desejo não só em 2010,mas sempre...
Beijos

Jeanne disse...

Ontem não consegui comentar, não abriu para comentários no teu blog.
Soninha, para quem tem olhos de ver, a vida tem mais bençãos do que dificuldades, obstáculos...
Um feliz 2010, com muita paz e amor compartilhado.
Beijos

Ceci disse...

Soninha, texto perfeito, e grande decisão, esta de ser feliz! Aqui por mim já tomei este rumo há algum tempo, e cada vez mais vejo o que aprimorar, polir, refinar no ego, que tanto se atravessa em nossas metas. Grata por sua gentil visita, vamos continuar nos vendo nessas páginas, enquanto somos muito e cada vez mais felizes em nossa harmonia interior. Abraços

Ceci disse...

Voltei:
LINDO O GIRASSOL, PLENO DE VIDA! Como sua Felicidade anunciada no texto rsrsrsrs

Ilaine disse...

Amiga!

Venho lhe desejar um abençoado 2010. Obrigada pelo carinho e por tantas palavras bonitas em meu blog. Que bom que te encontrei. Agradeço pelo carinho e pela amizade. Que maravilhoso compartilhar.

Abraço

José Viana Filho disse...

Sonia

bela reflexão para o começo do ano!!

Adorei sua pagina!!

Tenha um otimo fim de semana!!

Ana Lúcia. disse...

Soninhaaaaaaa! Queridéééééérrima!
Quanta saudade!!
Eis que faço "nova" sua sábia lembrança: que tal desejarmos "Feliz altruismo 2010"!
Resumo todos os trágicos e desenfreados tristes acontecementos
como um GIGANTESCO DESPERTADOR TOCADO POR DEUS: ACORDEM!!
A vida muito mais do que ter
é ser.
Muita mais do que possuir
é cuidar.
Muito mais do que desfilar
é harmonizar.
Quando o mundo acordar para o "altruismo" para o verdadeiro SER, para a carência dos sentimentos ignorados,
só então a PAZ REINARÁ ampla e generosamente.

Lindíssima sua reflexão, seu desejo de estar sempre ACORDADA para si, e também para o próximo. E que esse próximo seja sim querido, respeitado, amigo, amado!!
Beijãozinho gigante, saudade, carinho.

Ilaine disse...

Oi, amiga!

Estou passando para lhe deixar um abraço.
E olhe, estou com saudades!
Beijo